Bem-vindo ao STIPDAENIT   •   Fundado em 1985   •  
 
 
 
 

Notícias

STIPDAENIT PRESENTE NA LUTA POR UMA CEDAE 100% PÚBLICA E INDIVISÍVEL

30/05/2018

Em sessão realizada na tarde desta quarta-feira (30) na Alerj, o STIPDAENIT se fez presente em peso nas galerias da assembleia para lutar contra a privatização da Cedae. A presença dos sindicalistas e trabalhadores cedaeanos foi fundamental para a aprovação da Emenda Parlamentar Autorizativa, de autoria do Deputado Estadual Paulo Ramos (PDT), que permite a substituição das ações da Cedae pelos créditos obtidos a partir da imunidade tributária como forma de pagamento para o empréstimo do Banco BNP Paribas ao Governo do Estado do Rio de Janeiro. A Emenda segue para aprovação do Governador Luiz Fernando Pezão.

“Foi uma vitória muito importante para todos aqueles que estão desde de 2016 na batalha por uma Cedae Pública e indivisível que tanto faz bem para a população. A persistência do cedaeanos foi fundamental para termos esse avanço. Colocamos uma pedra no sapado daqueles que pensam em entregar nossa riqueza para o capital estrangeiro. Somente com a união dos trabalhadores vamos conseguir garantir nossos direitos”, afirmou Sérgio Luiz Araújo, presidente do Stipdaenit.

Essa é mais uma estratégia para a defender a Cedae como empresa pública e que gera benefícios para a população do Estado. A emenda permite que o Estado ofereça como garantia os recursos que a companhia tem a receber da União em função de uma ação no Supremo Tribunal Federal que garantiu a imunidade tributária da empresa e determinou a devolução de cerca de R$ 2 bilhões em impostos federais recolhidos nos últimos cinco anos.

“Água não pode ser submetida à sanha do lucro. Vemos aí: Águas de Juturnaíba, Águas de Niterói, Águas do Imperador, todas essas empresas sendo controladas pelo mesmo grupo econômico. A Foz Água está na AP5, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Como, aqui no Rio de Janeiro, a última empresa importante que falta a ser privatizada é a Cedae, o esforço é sempre no sentido de enxovalhar a imagem da empresa, mas poderiam, em homenagem à verdade, em respeito, pelo menos, aos cedaeanos, reconhecer a sua eficiência”, afirmou o Deputado Paulo Ramos (PDT).

Essa conquista é a vitória da persistência e dedicação dos sindicalistas e cedaeanos. Em nenhum momento o movimento de resistência à privatização demonstrou fraqueza e o mar de camisas azuis sempre teve presença de destaque quando convocado para ir às ruas lutar pelos seus direitos. Temos que manter a luta e agora direcionar todos os nossos esforços para aprovação dos Projetos de Lei 3710/2017 e 4005/2018 e que esse fantasma da privatização da Cedae seja afastado por completo.

CEDAE PÚBLICA PREVALECE ENTRE OS DEPUTADOS

Além de ser uma reivindicação dos cedaeanos, que lutam pela sua empresa e dão o suor diário para mantê-la como uma das melhores do país no seu ramo de serviço, a Cedae pública também e prioridade entre os parlamentares da Alerj. Muitos deles são totalmente a favor da manutenção da estatal como bem público para a população do Rio de Janeiro.

“Sou radicalmente contra a privatização da Cedae, sou contra a alienação das ações da empresa, para o Brasil, o Rio de janeiro, principalmente os mais pobres, temos que fortalece-la, tanto que eu fui um dos que assinou o PL 3710/2017. Qualquer medida que aponte para uma direção que evite a privatização da Cedae, afirmou o deputado Gilberto Palmares (PT).

Gilberto também afirma que nos locais onde o serviço de água e esgoto foi privatizado, a qualidade caiu e as tarifas aumentaram: “Já apontei vários lugares do Rio de Janeiro em que o serviço de água e esgoto é privatizado e que a mídia esconde, mas onde a população é submetidas as essas empresas elas acabam sendo prejudicadas financeiramente. É só compara a tarifa dessas regiões com a tarifa social da Cedae e a s cobradas pelas empresas privadas são muito maiores que a nossa estatal”.

Outro Parlamentar que é a favor da manutenção da Cedae como empresa pública é Eliomar Coelho (PSOL). Para ele, tudo que é de interesse do servidor cedaeanos ele e sua bancada serão a favor: “Não só eu, como a minha bancada sempre votaremos a favor daquilo que é de interesse da Cedae. E quando falamos sobre isso, nós temos como referência o movimento dos servidores da empresa. Como que esse governo vai vender uma das pouquíssimas empresas que geram renda para os cofres do Estado? Se é para resolver problemas de finanças, não é exatamente esse tipo de negócio que o Governo se atreveu a fazer com as ações da empresa. Não se pode fazer isso, você vender uma empresa que gera benefícios para a população do Rio de Janeiro. Sem contar que toda essa negociação não teve nenhuma clareza”.

Eliomar também destacou a importância da Cedae para garantir o serviço de saneamento básico para setores mais carentes da sociedade. Para ele a privatização pode afetar diretamente essas pessoas: “Populações que hoje são beneficiadas pelos serviços da Cedae serão muito prejudicadas se por acaso a empresa for privatizada. A Tarifa Social, que existe justamente para atender as pessoas de baixa renda e carentes, deixar de existir e deixar essa parcela da população a ver a navios. O que acontece? Essas pessoas não terão água em suas casas, o que pode ser muito grave!"

•  Veja outras notícias
 
 
Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Purificação e Distribuição de Água e em Serviços de Esgotos de Niterói
Rua São João, 392 - Centro - CEP 24020-040 - Niterói / RJ
Fone : (21) 2719-6240   /   E-mail: contato@stipdaenit.org.br