Bem-vindo ao STIPDAENIT   •   Fundado em 1985   •  
 
 
 
 

Notícias

DIRETORIA REALIZA REUNIÃO DE BASE NA ETA LARANJAL

27/03/2014

A diretoria do STIPDAENIT esteve nesta quinta-feira na ETA de Laranjal para falar sobre a proposta que a empresa quer apresentar aos trabalhadores de implementação da Progressão Horizontal de Letras, de posse de uma fotografia do modelo de documento a ser entregue aos trabalhadores – a diretoria do sindicato entregará uma copia deste documento ao jurídico para dar um parecer. O presidente do comitê paritário de RH da CEDAE se comprometeu a repassar, aos sindicatos, as documentações oficiais quando finalizar as descrições das funções, o que provavelmente será entregue na próxima reunião, marcada para segunda feira, dia 31 de março. O presidente Francisco Carlos Marins orientou os trabalhadores, esclareceu algumas dúvidas e ouviu sugestões. Além do presidente, representaram a diretoria na reunião de base o vice-presidente Sérgio Araújo, o secretário-geral Nilson Pereira, o 2º secretário José Rodrigues, o diretor de comunicação Ronie dos Santos e o diretor jurídico Sérgio Freitas.

Como já foi noticiado no site do sindicato, a CEDAE propõe encaixar todos os trabalhadores, por adesão, na letra C, dando um reajuste de 7,27% para os profissionais atualmente inclusos na letra A e 3,57% para os inclusos na letra B. No entanto, para que ocorra a migração, serão aglutinados 18 cargos do nível 5 – operacional, já incluído os motoristas e os vistoriantes, na função de agente de operação e manutenção em saneamento e 7 cargos do nível 4 - administrativo na função de agente de serviços de administração. De acordo com o presidente do STIPDAENIT Francisco Carlos Marins, apesar da aglutinação dos cargos, as funções seriam preservadas e todos os funcionários passarão por um curso de capacitação.

A adesão do trabalhador se dará pela assinatura de um documento oficial, o qual será encaminhado aos trabalhadores nos próximos meses. Os profissionais dos níveis 5 - operacional e 4 - administrativo serão os primeiros atendidos, recebendo esta carta de adesão no mês de abril. Os níveis 2, 3 e 4 - operacional serão contemplados até junho - há a possibilidade de antecipar para maio - e as demais classes tem a mudança de letra prevista para até agosto - o sindicato adiantou que vai buscar a antecipação para julho, de forma a evitr que algum candidato ao governo estadual declare a medida inconstitucional devido à proximidade das eleições. Ao receber o documento, o funcionário terá até 30 dias para avaliar a proposta e buscar orientação jurídica, decidindo pela adesão ou pela recusa.

- Ninguém é obrigado a assinar nada na frente do chefe. Analisem a proposta com calma, respeitando o prazo que lhes é de direito - ressaltou Francisco Carlos.

Francisco alertou, ainda, para a possibilidade de contestação da carta pelos sindicatos (SINTSAMA, STAECNON e STIPDAENIT). Caso a empresa tome atitude unilateral sem a aprovação dos sindicatos, os departamentos jurídicos dos sindicatos podem entrar com ação impedindo a adesão.

- Estamos aqui colhendo dúvidas de vocês para levarmos para a mesa de discussão. A essência do que a empresa quer discutir com a gente está aprovada. Agora, queremos a proposta oficializada. E queremos alertar a vocês é que, independente de os sindicatos aprovarem ou não essa carta, ela vai chegar. Assim que os sindicatos tiverem um posicionamento claro, antes ou durante a entrega das cartas, viremos aqui para apoiar ou não as adesões - afirmou Francisco Carlos.

•  Veja outras notícias
 
 
Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Purificação e Distribuição de Água e em Serviços de Esgotos de Niterói
Rua São João, 392 - Centro - CEP 24020-040 - Niterói / RJ
Fone : (21) 2719-6240   /   E-mail: contato@stipdaenit.org.br