Bem-vindo ao STIPDAENIT   •   Fundado em 1985   •  
 
 
 
 

Notícias

PRIMEIRA REUNIÃO DO ACT CEDAE NÃO TEM QUALQUER AVANÇO

25/05/2016

Nesta quarta-feira, dia 25, ocorreu a primeira reunião de discussão do acordo coletivo da CEDAE. Os cinco sindicatos representantes da categoria se reuniram com o coordenador de RH da CEDAE Marcus Vinícius e o diretor de RH Marcus Roger. Representaram o STIPDAENIT na reunião Sérgio Araújo (presidente), Francisco Carlos (diretor de comunicação), Mário Jorge (diretor de esportes), Afonso Souza (diretor de base) e Ary Girota (delegado sindical). Após 37 dias em posse da pauta do acordo, a empresa não trouxe qualquer contraproposta na reunião e marcou para terça-feira uma nova reunião para, enfim, negociar o acordo e trazer alguma posição oficial em relação à Participação nos Resultados (PR).

Os sindicatos não esconderam a frustração com a falta de proposta da empresa, que além de "enrolar" as negociações do acordo, não tem avançado em outras demandas da categoria como PR, PCCS e concurso público. Para dar uma dimensão da demora da empresa, os representantes dos trabalhadores também lembraram que o acordo inicial com o presidente Briard a expectativa era fechar o ACT até 1º de maio. Sobraram críticas à condução do PCCS-R, cujas regras e procedimentos não foram discutidos com os sindicatos e a CEDAE não esclareceu devidamente aos trabalhadores.

Francisco Carlos, diretor de imprensa do STIPDAENIT, destacou que, geralmente, quando o sindicato apresenta a proposta a uma empresa, é de praxe que a empresa já traga na primeira reunião o que a empresa pensou de proposta.

Sérgio Araújo, presidente do STIPDAENIT, pediu pressa no acordo para que possa ser discutida a situação política da empresa frente às ameaças de privatização. “A gente iria para a ALERJ com um plano estratégico para a CEDAE pública, com investimentos e  concurso para três mil pessoas. Não podemos sair daqui sem uma certeza do contingente. Precisamos conversar com o Briard para fazermos essa defesa da CEDAE ao público, já que a empresa se apresenta em situação oposta à crise financeira do Estado, pois fará um investimento de R$ 2 bilhões para o novo Guandu e contratará mão de obra.”

Ary Girota, delegado sindical do STIPDAENIT, lembrou das intenções de privatização da empresa. “O governo do estado está aguardando o PLC 10/2015, da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, para entregar os serviços, que vai dar poder ao Executivo  de definir as políticas de saneamento e infraestrutura. Ou seja, a Alerj não vai falar nada, o Briard, nada, e vai ser entregue.” O projeto de lei cria o Conselho Deliberativo da Região Metropolitana, que terá maior autonomia para decidir pela gestão de serviços como o saneamento e, assim, poderá acelerar as concessões.

O presidente do SINTSAMA, Humberto Lemos, criticou a falta de avanço nas negociações e cobrou a realização de concurso público, principalmente após a realização do PDV. “A CEDAE, uma companhia grande, está do tamanho de uma fábrica”, disse.  

João Marcos, diretor do STAECNON, lembrou que o comitê paritário de RH se reúne desde outubro para discutir a PR e, mesmo assim, não houve avanço. “Nem uma previsão você tem em mãos, Roger?”, questionou.

Em relação à PLR, Roger se comprometeu a levar o assunto de hoje na Reunião de Diretoria (Redir) e disse que tentará trazer uma proposta da empresa na terça-feira, quando ocorrerá nova reunião com os sindicatos. Os sindicatos pediram para que fosse feito um pagamento de forma a não incidir no imposto de renda e Roger disse que será utilizada uma tabela favorável ao trabalhador para isso ser possível.

Sobre o concurso público, Roger disse que deve ser lançado em julho. “O cronograma que eu estou trabalhando, em cima do que foi discutido nas reuniões de diretoria, vai ser lançado até  julho. O que estamos trabalhando hoje?  Existe alguns cargos que não estão em nosso plano que precisaremos trabalhar, inclusive automação. Tem também o trabalho da promoção que a gente espera concluir até meados de junho e aí teríamos um quadro mais completo das vacâncias da companhia para abrir as vagas”.

Roger também sugeriu um cronograma de dias pré-marcados para discussões do acordo coletivo, o que foi aceito por todos os sindicatos. Serão realizadas reuniões duas vezes na semana, a começar na próxima terça-feira, às 10h, na UniverCEDAE.

 

•  Veja outras notícias
 
 
Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Purificação e Distribuição de Água e em Serviços de Esgotos de Niterói
Rua São João, 392 - Centro - CEP 24020-040 - Niterói / RJ
Fone : (21) 2719-6240   /   E-mail: contato@stipdaenit.org.br