Bem-vindo ao STIPDAENIT   •   Fundado em 1985   •  
 
 
 
 

Notícias

ÁGUA VIRTUAL: O DESPERDÍCIO DE ALIMENTOS E PRODUTOS EM GERAL TAMBÉM É ECONOMIZAR ÁGUA

17/12/2014

A forte seca que tem se abatido no Sudeste e em áreas das regiões Norte e do Nordeste tem feito os brasileiros repensarem a utilização da água em suas residências. O consumo consciente se mostra ainda mais necessário e, para algumas famílias, se torna questão de sobrevivência. Em um país acostumado com a abundância de água doce - o Brasil possui 12% das reservas mundiais - a situação é inédita para muita gente. Tem ganhado notoriedade, por exemplo, os moradores da cidade de São Paulo, a mais rica do país mas, a despeito de seu poderio econômico, tem sofrido para evitar um racionamento - o governo se recusa a admitir a necessidade de poupar água. Não se sabe até quando.

O fato é que a seca proporcionou ao tema gestão da água um espaço na mídia relevante. A discussão do assunto nos principais meios de comunicação é importantíssima para a conscientização das famílias, das indústrias e de todos aqueles que usufruem deste precioso bem natural. Mas, além dos cuidados domésticos para economizar água ( banhos curtos, desligar a torneira enquanto a louça e lavada ou usar a máquina de lavar apenas para grandes quantidades) e industriais (instalação de redes de coleta e tratamento de esgoto), conservar e evitar o desperdício de outros produtos também é uma forma de economizar água. Como?

Tudo o que é produzido no mundo, em algum momento, tem o envolvimento de água no processo. Os alimentos precisam de água para o plantio, assim como os animais precisam da água para beber. No entanto, poucas pessoas sabem que uma grande quantidade de água é utilizada no tingimento de tecidos, por exemplo. Ou no resfriamento de máquinas industriais, fundamentais para a produção de praticamente todos os bens materiais que consumimos, desde celulares até carros. Essa é a chamada ÁGUA VIRTUAL, pois não é consumida pelo usuário mas foi utilizada durante a produção do produto comprado.

A quantidade de água virtual presente em nossas vidas é espantosa. Em entrevista para o Jornal Nacional, da Rede Globo, o gerente do Instituto Akatu (ONG que prega o consumo consciente) Gabriel Ribenboin disse que 70% da água utilizada no Brasil é voltada para a produção agropecuária. Um número que parece ainda mais assustador quando há uma seca assolando regiões do Brasil e que deveria ser levado em conta nas atividades simples do dia a dia. 

Os números da tabela abaixo ilustram o consumo de água por bem produzido, de acordo com a Water Footprint (organização que se dedica em calcular o consumo de água pela população mundial):

PRODUTO

UNIDADE DE MEDIDA

LITROS DE ÁGUA

Pão francês

1 unidade (50g)

90

Cerveja

1 copo

74

Tomate

1 kg

215

Açúcar

1 kg

1.780

Arroz

1 kg

2.500

Frango

1 kg

4.300

Carne bovina

1 kg

15.400

Camisa

1 unidade

2.500

 

Por isso, as indústrias tem investido tempo e dinheiro em encontrar maneiras de reutilizar a água durante o processo produtivo. Além da economia de dinheiro, há a questão social envolvida. É necessária a participação de todos - população, instituições públicas e privadas - para preservarmos o mais importante dos recursos naturais. A tabela acima é mais um motivo para pensarmos duas vezes antes de desperdiçar comida ou jogar fora uma roupa, além de procurarmos quais são as outras pequenas ações do dia a dia que nos permitem economizar água e fazer a nossa parte por um mundo melhor. 

 

•  Veja outras notícias
 
 
Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Purificação e Distribuição de Água e em Serviços de Esgotos de Niterói
Rua São João, 392 - Centro - CEP 24020-040 - Niterói / RJ
Fone : (21) 2719-6240   /   E-mail: contato@stipdaenit.org.br